Restaurante: Sarrasin Bistrot

No começo dessa semana, fui conhecer um restaurante super diferente ali na região dos Jardins. A região em si já é bem charmosa, mas entrando no Sarrasin, parece que cada detalhe foi muito bem pensado. A decoração mistura cores e texturas, como o tecido florido nas paredes, com lustres e vasos coloridos. Muito fofo!

IMG_4825restaurante sarrasin bistrot_

Outra coisa que me chamou bastante atenção, é que o lugar é bem intimista, pequenininho, acolhedor, sabe? E todos os pratos levam uma folha de crepe, bem sequinha e crocante, como essa entradinha aqui:

IMG_4826restaurante sarrasin bistrot_

Nós recebemos essa primeira entrada para provar, porque ela ainda não está no cardápio. Acho tão carinhoso quando o chef vem trazer um prato que ainda nem foi lançado para a gente provar. É como se ele quisesse saber o que a gente acha, se ele deve ou não colocar no cardápio. E a resposta para essa pergunta? SIM! Super sim! Essa entradinha estava maravilhosa, com carne de porco super suave, geleia de pimenta e mel.

IMG_4828restaurante sarrasin bistrot_

Além desse mimo, nós pedimos duas entradas diferentes (assim poderíamos conhecer mais do Sarrasin). Eu fui de cestinhas de galette com tartare bovino (óbvio, né? Já deu para notar que eu sou um pouco viciada em tartare, kkkk) e o Fe foi de Mix de Cestinhas de Galette, que traz 3 sabores: cogumelos com queijo, ratatouille com queijo Pont-l’èvêque e queijo brie com geleia de damasco.

IMG_4835restaurante sarrasin bistrot_

Além de super charmosas, as entradas estavam incríveis. O Tartare acompanhava um ovinho de cordona e a mistura de queijo brie com geleia de damasco estava divina!

IMG_4839restaurante sarrasin bistrot_

Como prato principal, combinamos de pedir coisas diferentes para poder provar mais do lugar. Como lá tudo vem acompanhado de um crepezinho, os pratos são leves e na medida.

O Fê escolheu o Voltaire: que leva figos caraterizados no vinho do Porto, queijo Chevrottin, copa de javali defumada e farofa de nozes, tudo isso temperado com redução de azeite balsâmico e aromatizado com café. Parece um prato super estranho, com vários elementos que não combinam entre si, mas quando você prova, é muito surreal! O Figo docinho combina perfeitamente com a copa de javali defumada, que tem um sabor mais marcante e a redução de azeite balsâmico dá o toque leve do cítrico.

IMG_4841restaurante sarrasin bistrot_

Já eu escolhi o Cézanne, que leva camarões salteados no azeite, molho de vinho branco, tomates, manjericão, cebola e alho. Super simples mas muito saboroso. O tempero estava perfeito e dava para sentir o gosto de todos os ingredientes.

IMG_4844restaurante sarrasin bistrot_

Para fechar com chave de ouro, uma sobremesa maravilhosa: cestinhas de crepe recheadas com nutella acompanhadas de sorvete de banana e canela. Tem combinação melhor?

IMG_4851restaurante sarrasin bistrot_

Pra quem ainda não conhece o Sarrasin, vocês precisam conhecer! Se estão procurando um lugar fofo, aconchegante e com uma culinária simples e, ao mesmo tempo, refinada, esse é o lugar!

Preço por Pessoa: R$120

(Visited 94 times, 1 visits today)
3 de dezembro de 2015

RELATED POSTS

3 Comments

  1. Responder

    Karol Siqueira

    4 de dezembro de 2015

    Ai, acredito que eu prefiro uma culinaria mais simples, quanto menos refinada melhor #bobona haha, beijos G!

  2. Responder

    Franci Pacheco

    4 de dezembro de 2015

    geente, que pratos caprichados são esses hein? Fiquei morrendo de curiosidade para conhecer.

  3. Responder

    Tatiane Nascimento

    3 de dezembro de 2015

    Adorei o post…

LEAVE A COMMENT