Resenha: A Lenda de Tarzan (Filme)

Tarzan é um personagem concebido pelo escritor Edgar Rice Burroughs, e desde a minha infância sempre fui apaixonada por ele. Intrigava-me muito imaginar como alguém poderia ter sido criado por gorilas!

a-lenda-de-tarzan_1

Quando o desenho da Disney saiu, meu amor pelo personagem cresceu ainda mais. A história já foi recriada nos cinemas em diversas versões, mas confesso que A Lenda de Tarzan arrebatou meu coração e, com certeza, se tornou a minha versão preferida!

a-lenda-de-tarzan_2

A história começa mostrando um Tarzan pós-selva, ele agora é o respeitável John Clayton III, casado com a belíssima Jane. Somos apresentados à sua vida na civilização, e fica claro que apesar de estar inserido, John/Tarzan ainda mostra traços de suas origens. Não estava nos planos do personagem retornar a selva, mas ele descobre que seu antigo lar, o Congo, está sendo explorado e se transformou em um campo de escravos comandado pelo ganancioso Leon Rom. Perante isso, Tarzan decide voltar juntamente com Jane e George Washington Williams (Samuel L. Jackson), um ex-combatente que se arrepende do mal que causou durante a guerra civil e pretende se redimir.

a-lenda-de-tarzan_4

Em dado momento, Tarzan precisa salvar não apenas o Congo, mas também sua amada Jane. A aventura se torna o foco principal e as cenas são incrivelmente lindas e de saltar aos olhos. Mesmo após oito anos fora da selva, é como se ele nunca tivesse saído de lá – para alguns isso foi algo negativo, mas para mim não. Samuel L. Jackson é o alivio cômico da trama, amei a forma como seu personagem foi apresentada e inserida no contexto da trama. Alexander Skarsgård encarnou realmente o Tarzan, achei sua atuação forte e carregada de sentimentos, não de forma excessiva, mas aquele sofrimento interno de quem passou por muitas coisas na vida. Margot Robbie não cansa de ser linda, e está maravilhosa como a corajosa Jane, uma mocinha que não é assim tão indefesa.

a-lenda-de-tarzan_3

Os efeitos especiais estão sensacionais, os animais são reais e suas expressões assustadoras. Minha única ressalva foi em uma das cenas finais, onde ficou muito claro o uso do CGI (explicação do que é CGI aqui), mas nada que desmereça a beleza do filme. Outra coisa que me cativou muito foram os flashbacks do passado de Tarzan, diluídos no decorrer do filme – quando ele é adotado pelos gorilas, seu crescimento e o primeiro encontro com Jane. Achei tudo muito bem bolado e amarrado!

A Lenda de Tarzan foi um filme memorável para mim, mas sei que muitos não gostaram. Apesar de ter sim alguns clichês e inconstâncias, sai do cinema maravilhada e querendo retornar na sessão seguinte.

Olhem só o trailler:

Recomendo com toda a certeza, e espero que gostem tanto quanto eu!

(Visited 116 times, 1 visits today)
16 de setembro de 2016

RELATED POSTS

5 Comments

  1. Responder

    Nathalia Laurindo

    24 de setembro de 2016

    Tarzan é meu filme de infância. Sou apaixonada pela historia desde sempre. E depois desse filme então, me emocionei do começo ao fim.
    sem contar esse ator maravilhoso, a historia de amor do Tarzan e da Jane foi incrível, o melhor filme com a melhor versão da Disney com toda certeza.

  2. Responder

    isabela

    21 de setembro de 2016

    G, amei este filme, foi maravilhoso!

  3. Responder

    Franci Pacheco

    17 de setembro de 2016

    já fiquei super curiosa para assistir

  4. Responder

    Gabriela

    16 de setembro de 2016

    Esse filme é muito bom mesmo! Adoro a Margot Robbie. http://www.alemdolookdodia.com

  5. Responder

    Tatiane Nascimento

    16 de setembro de 2016

    Adorei o post…

LEAVE A COMMENT